Olimpíadas Indígenas


Gratidão pelas 2ª Olimpíadas Indígenas do Ewaré 2012 - Publicado em junho de 2012





Num clima de muita alegria realizamos o grande evento que foram as 2ª Olimpíadas Indígenas do Eware, no período de 27 de abril à 1º de maio deste ano. Estas Olimpíadas, desde a sua primeira edição em fevereiro de 2010, têm como objetivos: ser um mecanismo de vida para o fortalecimento das tradições culturais; momento de envolvimento da juventude indígena na prática de esportes; consciência de pertença a terra sagrada do Eware; proporcionar uma prática de vida mais saudável através do esporte, uma vez que os índices de alcoolismo e perda de identidade são grandes entre os jovens.

O período de preparação foi muito bonito, pois, conforme a aproximação das Olimpíadas, os trabalhos foram contagiando o povo Ticuna local na organização do evento. Houve várias frentes de preparação para os aspectos de estruturação, organização dos espaços, criação de equipes de serviço e suporte durante os esportes e, é claro, na preparação dos jovens locais para as modalidades esportivas.

Eis, enfim, o dia de abertura! As primeiras comunidades foram chegando, e, a última, aportou em Belém na manhã do domingo. Era uma alegria visível por todos, primeiro da criançada no anúncio, depois dos foguetes a cada canoa trazendo os atletas. Contamos com 16 comunidades de três municípios – Tabatinga, Benjamim Constant e São Paulo de Olivença – e, somente de atletas, foram 380 para disputar as diversas modalidades das Olimpíadas. Neste ano tivemos uma grande enchente do Rio Solimões o que dificultou uma maior participação das comunidades. Por isso, estamos felizes pelas que se fizeram presentes. Vitoriosas em meio a estas dificuldades.





Foi visível a unidade no mundo indígena e todos os valores desta cultura: a competição promove a união, a vitória reafirma o compromisso com a vida, a derrota motiva para um aprimoramento para outras edições. O sorriso e a alegria eram latentes nos indígenas. A emoção pelo resultado conseguido. A expressão às vezes contida, mostrava-se visível nos olhos e nas lágrimas.


Belíssimas imagens de todos os atletas vitoriosos pela forma como se empenharam e estiveram durante as Olimpíadas. São atletas de ouro por demonstrarem uma vida que reluz! Enfim, a vida indígena em seu vigor através do esporte saiu com grande vitória!





As 18 modalidades esportivas das Olimpíadas Indígenas são classificadas em dois grandes grupos: modalidades tradicionais que envolvem esportes de sua própria cultura, como arco e flecha, zarabatana, canoagem, subida e descida de açaizeiro e cabo de guerra entre outras; e as modalidades não-tradicionais como, por exemplo: voley, handebol e futsal.


Durante o evento surgiram lideranças naturais que nos fazem pensar em formar com estes mesmos uma comissão que cuidará das próximas Olimpíadas já marcadas e esperadas com bastante expectativa para 2015.


CURSO DE CORTE E COSTURA E OLIMPÍADAS


Em novembro de 2011 aconteceu em nossa residência o Curso de Corte e Costura para 20 mulheres e dois rapazes indígenas. Refletindo posteriormente com eles, lançamos o desafio de confeccionarem as blusas para as Olimpíadas o que foi logo aceito com entusiasmo. Assim, ficamos muito felizes quando montamos a pequena “fábrica de blusas” no quintal de nossa casa paroquial. A acolhida foi fantástica por todos da comunidade, uma vez que a procura pelas camisas era grande! E esta iniciativa, tomou tal proporção, que elas receberam encomendas de blusas de alunos e professores de colégios de Belém do Solimões e das comunidades.



Bem, durante as olimpíadas a demanda foi muito grande e por causa da falta de tecido não se conseguiu atender a grande procura daqueles que vieram das comunidades participar e prestigiar o evento.

Estamos bem felizes, uma vez que as Olimpíadas foram encerradas com grande sucesso e, atualmente, aqui em nossa casa, estamos novamente com a professora de corte e costura que vem da sede do município - Tabatinga, ministrar novamente o curso básico e o curso avançado para as indígenas. Existe um grande volume de encomendas: 1.200 camisas! Acreditem!

Tudo isso só é possível sonhar e acontecer por causa da ajuda que recebemos de fora, através de famílias e de pessoas que residem muito distante daqui, mas que estão em profunda comunhão com esta missão. Talvez nunca pisem nesta realidade, mas sabem que a solidariedade alcança e chega a todos os lugares e povos. Por isso, agradecemos profundamente aqueles que rezam e concretamente nos apóiam nos projetos para o mundo ticuna.


Agradecemos muito a Deus por tudo! Muita Gratidão!


Folder das Segundas Olimpíadas Indígenas do Eware - Publicado em abril de 2012:


Frente:



Verso:



Mensagem:


“Basta um olhar sobre uma realidade diferente para expressarmos posturas novas. Esta frase me vem neste momento ao lembrar-me dos primeiros passos. Bem, antes de começar a entranhar na sociedade indígena, acreditara na existência de um mundo do qual a partir dele eu podia ver todas as outras realidades. Depois deste pequeno tempo, percebo que existem mundos dentro deste planeta água. Existem formas variadas de ser gente e na união destas várias possibilidades, forma-se, então, o que agora entendo ser a família humana (A Humanidade). Assim, minha visão alcançou tal amplitude, que para mim é normal as manifestações de vida que são fora da minha realidade primeira. Hoje, sinto-me mais gente e mais simples. Mais aberto, com menos dobras internas. O deslumbramento, com as variadas possibilidades de expressões das múltiplas sociedades existentes, fez-me admirar ainda mais a vida! A humanidade em sua beleza mais profunda me remete claramente ao louvor do nosso Criador. Ainda não conheço todas as manifestações, mas apenas ao sair por um instante daquela que acreditava me sustentar e, caminhar por uma antes desconhecida, fez-me capaz de acolher a todas. Aqueles que lêem estas linhas entendam que a vida destes povos é belíssima! Eu hoje sou um profundo admirador das expressões destes povos! Vale a pena realmente viver e sentir que se gasta a existência de forma digna. Que a pujança e a vitalidade destas culturas nunca desapareçam e nem desapareçam aqueles que lutam por estes povos. Que os indígenas sempre lutem e manifestem a vida que lhes foi infundida pelo Autor da Vida que em nossa Belém chamamos de “Tupana”.


Que a luta pela realização e consecução das Segundas Olimpíadas seja em seu sentido mais profundo a defesa pela vida e pela liberdade da existência das múltiplas formas de ser gente!”


Frei Ricardo França, frade capuchinho de Belém do Solimões


Pré-Olímpico em Belém do Solimões - Publicado em 30 de março de 2012.

A equipe de organização das 2ª Olimpíadas Indígenas está bem motivada e empenhada na organização através de reuniões e de iniciativas para o evento. É muito empolgante e bonito ver este movimento!
A equipe também está organizando o seletivo interno em Belém do Solimões para a escolha dos atletas que representarão esta localidade nas Olimpíadas!
Veja através de imagens o que está acontecendo:




















2ª OLIMPÍADAS INDÍGENAS -Publicado em fevereiro de 2012

Cartaz das 2ª Olimpíadas do Eware em Belém do Solimões, município de Tabatinga, Amazonas.
Este evento será realizado entre os dias 27 de abril e 1º de maio de 2012.





1ª OLIMPÍADAS INDÍGENAS em 2010 - Publicado em julho de 2011

Apoiando a tendência natural para o esporte decidimos entre os vários sonhos de lutar, com coragem, um pouco de ousadia e muita esperança para realizar as primeiras Olimpíadas do Ewaré!

Percebemos que o esporte está no sangue de todos os jovens indígenas e que este evento é uma grande oportunidade de um encontro além fronteiras! A maioria das nossas comunidades indígenas não tem muitas oportunidades para conhecer outras aldeias, para partilhar experiências com outros indígenas, vivendo normalmente ilhados na própria e linda cotidianidade... estas olimpíadas, então, abrirão pela primeira vez a porta para muitos jovens se conhecer, partilhar, dialogar com coetâneos da mesma região e de outras etnias e, claramente, de competir!

Assim teremos modalidades de competições tradicionais, quer dizer da própria cultura indígena como arco e flecha, zarabatana, subida e descida do açaizeiro, canoagem, racha lenha, mas não faltarão modalidades como futsal, vôlei, handebol, corrida, salto em distancia e outras.

Uma oportunidade tão única será ocasião também para momentos formativos ouvindo a voz dos mais idosos e sábios, contando a historia não somente dos antigos heróis culturais, mas também dos recentes que lutaram para demarcar as nossas terras: tudo isso para que os jovens não percam o orgulho e a beleza de suas raízes!

Este belíssimo evento ocorreu pela primeira vez no período de 07 a 12 de fevereiro de 2010, com participantes das comunidades indígenas dos quatro municípios de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga e São Paulo de Olivença contando com diversas etnias como ticuna, cocama, canamari, marubo, cambebas e outras...

E o sonho continuou, por isso estamos organizando neste ano as Segundas Olimpíadas!


Assista a alguns vídeos desta primeira olimpíadas:


Vídeo Divulgação das Olimpíadas

Globo Esporte - Parte I

Globo Esporte - Parte II

Globo Esporte - Parte III