Festival de Música


6º Festival de Música Indígena do Eware

Com muita alegria estamos nos preparando 
para o 6º Festival de Música Indígena do Eware
que realizaremos de 30 de junho a 04 de julho deste ano de 2016!
Lembremos as Finalidades e objetivos 
neste breve vídeo editado no inicio desta bela caminhada 
em prol da Cultura e VIDA...




Veja a dança cultural da comunidade Ticuna de Ourique,
2° Festival de Música Indígena do Eware em 2009...


Veja a "Índia mais bela", o "indioo mais guerreiro"
e a melhor obra de arte premiados no
2° Festival de Música Indígena do Eware em 2009...




Festival de Música Indígena 2013 - Publicado em 25 de abril de 2013

Com bastante alegria comunicamos que estamos já nos preparando para o 5º Festival de Música Indígena de Belém do Solimões.
Este ano acontecerá com a temática "Nossa Terra, nossa cultura e nossa vida" "Torü naãne, torü na'cuma rü torü ma'ü".

Histórico: 
Na aldeia indígena chamada Belém do Solimões na qual residem em sua grande maioria os indígenas da etnia Ticuna, no ano de 2007 aconteceu um importante encontro que foi o marco divisor nas ações que visam o enfrentamento dos problemas que infligem os habitantes de Belém do Solimões e as comunidades que estão distribuídas pelos igarapés da região. Neste encontro foi ouvida a população em geral, mas de forma especial a camada juvenil com seus sonhos e anseios e, por isso, estabeleceu-se que para incentivar a vida local em práticas positivas que visam a vida e a saúde em todas as suas dimensões, implantar-se-iam duas grandes atividades: o Festival de Música Indígena e as Olimpíadas Indígenas.

Consequentemente, através de muitos esforços despertados por estes sonhos, acreditando na força do povo indígena e com muita coragem para enfrentar o novo, toda a comunidade, e também, contactando diversos organismos para que se voltassem para o mundo indígena, conseguiu-se realizar o primeiro festival indígena no ano de 2008 e, no ano seguinte o segundo festival de música indígena. Surpreendentemente no ano de 2010, além do terceiro festival, realizou-se igualmente a edição das primeiras olimpíadas indígenas que se repetiu em abril do ano passado.
Assim, neste brevíssimo histórico, o motor inicial do início dos festivais de músicas indígenas foi o intuito de escutar a juventude que pede atividades que visam o “Bem-viver” e instrumentais para lutar contra os vícios constantemente presentes, principalmente, o alcoolismo e as drogas com as suas consequências: violência e suicídio.
Dentro deste forte momento de vitalidade da cultura indígena que é o festival de música indígena, envolvemos outros elementos geradores de vida, isto é, o fortalecimento cultural - sobretudo entre as novas gerações, a consciência de pertença a esta terra sagrada, a unidade entre as comunidades, o favorecimento do conhecimento da beleza da mitologia e historia indígena através de atividades culturais, não somente dos heróis antigos, mas também dos mais recentes que ainda são testemunhas vivas, por exemplo, aqueles que lutaram pela demarcação das terras da reserva indígena do Ewaré I e Ewaré II.
Imagens dos Festivais:







* * *

Festival de Música Indígena 2011 - Publicado em 30 de maio de 2011

HISTÓRICO: O Festival acontece desde maio de 2008. Contamos com a participação de mais de 2000 indígenas (Ticunas, Cocamas, Kanamaris, Marubo, etc) originários dos 7 municípios de todo o Alto Solimões.

OBJETIVOS: Em Belém, como em outras realidades indígenas, encontramos problemas variados que poderiam ser resumidos em: perda da identidade originária e assimilação de uma cultura desestruturante ditada pelo mercado. O Festival é um momento forte do resgate e preservação da cultura indígena. Possui, também, o cunho de fortalecer a juventude na luta contra: o esquecimento de seus valores, o alcoolismo e a violência.

Este forte momento de expressão cultural é incluso no calendário escolar da educação indígena de todas as nossas comunidades, com a finalidade de incentivar a cultura indígena - valorizando cantos, danças, instrumentos musicais, roupas, pinturas, comidas, bebidas e artesanato. Durante o evento temos a participação de bandas regionais, teatro que conta a história do povo, exposição de artesanato, etc.


IV FESTIVAL DE MÚSICA INDÍGENA - Entre os dias 28 de abril à 1º de maio realizou-se o IV Festival de Música Indígena. Este de fato demanda de meses para a preparação, divulgação e busca de parcerias.

É necessário saber inicialmente que o Festival é um dos mecanismos encontrados na ação pastoral dos frades capuchinhos para manter viva a memória e a cultura dos povos que habitam a região do Alto Solimões. É fácil perceber que a degradação das comunidades indígenas está associada a perca de seus próprios valores e origens com a substituição por outras culturas que são de outros povos.

Durante os dias em que aconteceram o Festival de Música Indígena, além das apresentações com danças e cantos, ocorreram também outras competições paralelas como a escolha da Índia mais bela e a do Índio Guerreiro, e este participando de três modalidades: o tradicional Arco e flecha, a corrida de duzentos metros encerrando com a natação de 150 metros no rio Solimões. E, como se percebe a tendência fortíssima ao esporte por parte dos índios, também, foi promovido um torneio de futebol masculino e feminino nas categorias infantil e adulto.

Alguns organismos participaram, mas a ajuda financeira ficou muito aquém da necessária. Os frades temeram a possibilidade de não acontecer o evento que só foi possível por causa dos repasses vindo de nossa cúria provincial através dos confrades frei Paolo Braghini e frei Assílvio que liberaram recursos de projetos para este evento em Belém.

Graças a Deus o Festival aconteceu! E foi muito bonito e participativo e realmente afirmamos que o Festival de Música Indígena sempre deve acontecer, pois, é perceptível em todos que ser indígena é um grande orgulho e, durante estes dias, este espírito é fomentado de forma bem clara. Para os jovens e crianças indígenas acaba sendo uma oportunidade de ver a sua vida em explosão de cantos e expressões ricas e se afastam um pouco das bebidas e violências tanto físicas como culturais.

Algumas imagens do IV Festival de Música Indígena no ano de 2011:





Os frades atuais de Belém reafirmam o compromisso com o Festival de Música e se dedicarão na elaboração deste evento, pois, sabem que a cultura indígena precisa sobreviver e viver plenamente com cantos e encantos.

Um vídeo que fala da história destes festivais:


Algumas apresentações do 2º Festival de Música Indígena.
O vencedor do festival foi
o grupo São Francisco de Belém, veja...